23/01/2007

Estou sozinha....

Desolada em meu mundo totalmente isolado
Aguardo minha morte para enfim descansar
Para assim conseguir parar de chorar no meu quarto escuro e pequeno
Eu respiro... pensando no que fui e no que me transformei todas as noites... todos os dias
A noite me aguarda lá fora
E a solidão me puxa para dentro
Estou deitada aqui, com um rosto sem expressão, paralisado pelo medo, pela solidão
Guardo aqui dentro minhas lágrimas
De um coração magoado, de um coração sem vida, de um coração que não sabe mais amar
Mas breve é a morte e assim descansar
Páginas rasgadas... amassadas... um coração sobre lágrimas
Pulso ferido...
Solidão e dor
A vidasaindo por um corte profundo
Onde a minha vida termina...
Só a mente tem a certeza que lá fora terá vida... E aqui só tristeza....
A tristeza de viver só.

31.12.06